Uma ferramenta de Web Analytics do Google que fornece dados sobre a navegação das pessoas em sites.

Recomendamos que instale a ferramenta através do Google Tag Manager. Seguem 2 links para auxiliar na instalação:

O Google Analytics não é pago, é grátis, mas possui também uma versão paga. Confira mais detalhes aqui: Quais são as diferenças entre o Google Analytics free X Google Analytics premium

Análise de dados quantitativos e qualitativos sobre a experiência dos usuários no site. Dados analisados para uma melhora constante do site afim de atingir resultados.

  • Google Analytics – Ferramenta para monitoramento do site, onde são acumulados dados;
  • Web Analytics – Análise de dados capturados através de uma ferramenta como o Google Analytics.

A latência no processamento de dados é de 24 a 48 hrs para contas que geram mais de 200.000 sessões por dia, resultando em uma média de 6.000.000 de hits de sessão mês. Contas com limite abaixo disse podem ter um delay de 2 a 4 hrs nos dados.

Hits são qualquer interação que o usuário faça em seu site. Uma única sessão pode gerar muito hits, por exemplo, carregamento de página, carregamento de eventos, cliques, compras, buscas. Nesse caso, 1 usuário pode ter gerado 5 hits.

O limite de hits do Google Analytics é de 10 milhões de hits, após isso seus dados podem não ser gerados.

O “Not Set” aparece no relatório de localização do google analytics. Ele refere-se a algumas cidades que não são devidamente identificáveis pelo Google Analytics e essas são indicadas no relatório como “Not Set” ( não reconhecida ou desconhecida ).

Caso o not set apareça nos relatórios do Adwords dentro do Google Analytics, você provavelmente esta utilizando o glclid e o mesmo esta configurado errado. Consulte sua agência ou profissional de Adwords.

O not provided aparecerá sempre em qualquer relatório do Google Analytics referente a navegação/busca que os usuários fizerem logados com a sua conta Google (Gmail, youtube ou Plus). Os novos termos e condições de uso do Google listaram essa privacidade do usuário.

O (other) aparece nos relatórios de pesquisa interna e de tráfego orgânico. Este termo aparece quando temos mais de 900.000 palavras chaves registradas. Não é muito comum aparecer para esse caso. Outro caso que surge o (other)é no relatório de URLS. O Google Analytics num único dia pode processar até 50.000 URLs únicas, quando excedem este limite, as URLS ficam agrupadas em “others”.

Sessão é a quantidade de vezes que um usuário ficou engajado com seu site, ou seja, dentro de um período de até 30 minutos o usuário interagiu com o site e não ficou inativo.

Usuários são as pessoas que acessaram seu site. 1 usuário pode ser até 4 sessões. Ex: Usuário acessou seu site, fechou e depois voltou, serão 2 sessões porém apenas 1 usuário.

A Taxa de Rejeição é a porcentagem de visitas do seu site a uma única página, ou seja, não interagiu com o site, saiu na mesma página que entrou. Ex: Usuário acessou a sua home, não foi para uma outra página e saiu, isso é uma rejeição. Veja abaixo as médias de taxa de rejeição que o Google Analytics considera por segmento:

  • 40-60% – Sites de conteúdo
  • 30-50% – Sites de geração de leads
  • 70-98% – Blogs
  • 20-40% – Sites de varejo
  • 10-30% – Sites de Serviços
  • 70-90% – Landing Pages Institucionais

A taxa de saída do é a porcentagem de saída do seu site a partir de uma determinada página. Ex: Usuário acessou a sua home, clicou no link quem somos e depois saiu, isso é uma saída. A taxa de saída é diferente da rejeição. Caso tenha dúvidas volte no exemplo acima.

Veja abaixo as médias de taxa de rejeição que o Google Analytics considera por segmento:

  • 40-60% – Sites de conteúdo
  • 30-50% – Sites de geração de leads
  • 70-98% – Blogs
  • 20-40% – Sites de varejo
  • 10-30% – Sites de Serviços
  • 70-90% – Landing Pages Institucionais

A Taxa de conversão do comércio eletrônico, refere-se a porcentagem de visitas de seu site que efetuaram uma transação.

A conversão pode ser macro ou micro. Uma conversão macro tipicamente é uma transação de compra concluída. Por outro lado, uma conversão micro é uma atividade concluída, como uma inscrição por e-mail, que indica que o usuário está seguindo na direção de uma conversão macro.

A meta no Google Analytics, serve para medir a conversão micro, ou seja, a conversão secundária de seu site que também pode ser importante, como uma inscrição por email e outras.

As metas são qualquer conversão micro que você queira medir em seu site.

As conclusões da meta no Google Analytics, refere-se ao número total de vezes que as metas criadas por você foram concluídas.

A taxa de conversão da meta no Google Analytics, é nada mais que a porcentagem de visitas que resultaram em um conclusão de meta.

A conversão assistida informa as contribuições que cada canal representou para a conclusão final de uma meta, seja ela macro ou micro. Para maiores detalhes acesse: Conversão assistida.

(direct / none) é a origem/mídia que as pessoas chegaram até seu site. Ela refere-se as pessoas que acessam seu site digitando a url ou por terem salvado nos favoritos.

google / organic é uma origem/mídia identifica pela quantidade de pessoas que acessaram seu site através do google orgânico, ou seja, através do buscador mas sem ser pago.

google / cpc é uma origem/mídia identificada pela quantidade de pessoas que acessaram seu site através da publicidade do google, ou seja, o google adwords.

O google adwords é a ferramenta de publicidade do Google, ou seja, uma mídia paga.

Se você não consegue identificar algumas das origens de tráfego dos seus relatórios do Google Analytics, você pode estar tendo acessos de Spam Bots.

Saiba como remover aqui: Removendo origens de spam do google analytics e de seu site.

KPI é a abreviação de Key Performance Indicator, ou, Indicadores de Performance.

O KPI é basicamente utilizado para você medir o desempenho da sua empresa e por isso é necessário definir quais serão esses indicadores.

100 é o número máximo de contas do Google Analytics que você pode criar. Não existe um limite de contas que você pode ter acesso.