Dicionário do GA4


Para você que tem dúvidas sobre a termologia, significado dos nomes utilizados no GA4, esse post pode te ajudar!


Aqui estão os principais termos, significados utilizados na versão mais recende do Google Analytics, o GA4, para você consultar sempre que necessário.


Bora conferir essa lista!


via GIPHY


🔶 Conta

Sua conta é onde tudo fica dentro do Google Analytics. Pense nela como a pasta de nível superior que você acessa usando seus detalhes de login. Na maioria dos casos, você terá acesso a uma única conta que armazena dados do seu site, mas se estiver gerenciando vários sites que não estão diretamente relacionados, eles devem ser armazenados em contas separadas. Por exemplo, se você estiver gerenciando o site da sua empresa e seu blog pessoal. As contas (e seus ativos) podem ser compartilhados com vários usuários.


🔶 Aquisição


Você pode entender como as pessoas encontram seu site usando os relatórios de aquisição. Os relatórios apresentam dados com base na origem e na mídia de seus usuários, junto com outras dimensões de aquisição. Existem relatórios dedicados para seu tráfego pago do Google Ads, tráfego orgânico do Google (se você vinculou sua conta do Google Search Console), tráfego de redes sociais e tráfego de tags de campanha personalizadas.


🔶 Usuários ativos


Usuários ativos são o número de usuários engajados em seu site ou aplicativo. Para ser considerado ativo (ou engajado), o usuário precisa ter a página da web em foco, ou o aplicativo em primeiro plano, por pelo menos um segundo. O número de usuários ativos é baseado no parâmetro 'engagement_time_msec', que o GA4 coleta automaticamente.


🔶 Recursos de publicidade


Para criar listas de público-alvo no Google Analytics e coletar dados demográficos e de interesse, você precisa habilitar a opção Recursos de publicidade. Essa opção usa cookies e identificadores de publicidade de terceiros do Google. Se você ativar os sinais do Google, os recursos de publicidade serão ativados automaticamente. Veja também os sinais do Google .


🔶 Atribuição/Attribution


A atribuição permite que você controle como o crédito por uma conversão é dado aos canais de marketing que levaram à ação em andamento. O Google Analytics fornece uma variedade de modelos de atribuição nos relatórios de 'Publicidade' e você pode definir os relatórios de atribuição padrão usando 'Configurações de atribuição' navegando até 'Admin'. A atribuição considera os canais (e fontes de tráfego) usados ​​em várias sessões de um usuário. Você pode definir a quantidade de dados históricos incluídos nos relatórios usando a janela de lookback. Saiba mais sobre atribuição no Google Analytics .


🔶 Público


Você pode criar públicos para segmentar usuários em seus relatórios e para segmentação em qualquer conta vinculada do Google Ads. Um público pode ser tão simples ou complexo quanto você quiser. Por exemplo, pode incluir todos os compradores com zero visualizações do produto. Ou pode incluir compradores que visualizaram um produto específico e voltaram para comprá-lo em um determinado número de dias. Os usuários só são incluídos nas audiências após a criação delas, então não se aplicam retroativamente.


🔶 Tempo médio de engajamento


O tempo médio de engajamento informa a quantidade média de tempo que as pessoas passam em seu site ou aplicativo. Essa métrica é calculada dividindo o tempo total pelo número total de usuários. Para calcular o tempo, um usuário precisa gastar pelo menos um segundo em uma página, e o Google Analytics só conta a quantidade de tempo quando o navegador está visível (o tempo não é contado quando o navegador ou guia está oculto ou minimizado). Veja também engajamento do usuário e tempo médio de engajamento por sessão .


🔶 Tempo médio de engajamento por sessão


Essa métrica é semelhante ao tempo médio de engajamento, mas com base em sessões em vez de usuários. Essa métrica é calculada dividindo o tempo total pelo número total de sessões. Veja também tempo médio de engajamento .


🔶 Bounce


Uma métrica disponível na versão anterior do Google Analytics (Universal Analytics) que relatou o número de sessões com uma única visualização de página. Substituído por sessões engajadas em GA4.


🔶 Bounce Rate /Taxa de rejeição


Uma métrica disponível na versão anterior do Google Analytics (Universal Analytics) que relatou a porcentagem de rejeições em comparação com o número total de sessões. Substituído pela taxa de engajamento em GA4.


🔶 Nome da campanha


O nome da campanha é uma das quatro dimensões principais (junto com a origem, meio e canal) para relatar e analisar campanhas de marketing. O nome da campanha é fornecido quando você usa um URL com a tag de campanha para seu marketing de entrada ou campanhas do Google Ads (quando o Google Ads está vinculado ao Google Analytics).


🔶Tags de campanha


O marketing interno pode ser rastreado e relatado pelo Google Analytics usando tags de campanha. Detalhes extras (parâmetros de consulta) são adicionados ao final dos URLs que são incluídos nos relatórios de aquisição e publicidade. As tags de campanha incluem o nome da campanha, ID, origem, meio, termo e conteúdo. Saiba mais sobre tags de campanha .


🔶 Histórico de Mudanças


Você pode visualizar as alterações feitas em sua conta e propriedades do Google Analytics navegando até 'Admin' e selecionando 'Histórico de alterações da conta' ou 'Histórico de alterações da propriedade'. Você pode ver detalhes sobre a alteração e o endereço de e-mail da pessoa que fez a alteração. As alterações feitas por pessoas que foram removidas do Google Analytics serão listadas como 'Usuário excluído'.


🔶 Canal


Os canais fornecem agrupamentos de nível superior de seu marketing de entrada. Cada canal combina origem e meio para que você possa entender o desempenho geral. Por exemplo, o agrupamento de canais padrão inclui 'Pesquisa orgânica', 'Pesquisa paga', 'Social' e 'E-mail', que combina automaticamente origens e mídias predefinidas.


🔶 ID do Cliente


O Google Analytics usa um identificador único chamado 'ID do cliente' para relatar e analisar o comportamento de indivíduos em seu site. Por padrão, o identificador é atribuído aleatoriamente e é armazenado em um cookie do navegador no dispositivo dos usuários.


🔶Tags do site conectado


Se o Google Analytics for instalado usando a tag global do site (gtag.js), você pode vincular novas propriedades às propriedades existentes sem modificar a tag. Uma vez vinculados, os dados fluirão para a propriedade original associada à tag e os dados também fluirão para a propriedade vinculada. Se estiver usando o Gerenciador de tags do Google ou outra versão da tag do Google Analytics, você não poderá usar o recurso de tags de site conectadas.


🔶Grupo de Conteúdo


Você pode usar grupos de conteúdo para classificar cada página do seu site em uma categoria específica. Isso permite que você execute relatórios e análises de nível superior em suas páginas com base em suas classificações de conteúdo. Você pode criar grupos de conteúdo enviando um valor para o parâmetro content_group com outro evento para o Google Analytics.


🔶Conversão


Uma conversão é relatada sempre que um usuário dispara um evento que foi definido como uma conversão.


🔶Comparação


Você pode se concentrar em usuários específicos nos relatórios padrão aplicando até quatro comparações. Por exemplo, você pode comparar todos os usuários a usuários que encontraram seu site após pesquisar no Google. Isso permite que você veja uma análise das métricas e dimensões para cada comparação adicionada ao relatório. Veja também segmento .


🔶Cookie


Um cookie é uma informação armazenada no navegador de um site. O Google Analytics usa cookies para identificar sessões e usuários. Se alguém não tiver um cookie existente, um novo cookie será criado e aparecerá como um novo usuário em seus relatórios. Se alguém tiver um cookie existente, será relatado como um usuário recorrente e a expiração do cookie será atualizada.


🔶CPC


O custo por clique ou CPC pode ser visto nos relatórios de aquisição e publicidade e normalmente se refere a pessoas que clicam em seu site a partir de anúncios pagos. Isso inclui o tráfego de contas vinculadas do Google Ads e URLs com tags de campanha em que a mídia é definida como 'cpc' ou 'paga'.


🔶Definições personalizadas


Uma definição personalizada é uma dimensão ou métrica registrada no GA4. Você precisa navegar até 'Configurar' e 'Definições personalizadas' para registrar uma dimensão ou métrica. Você pode então registrar strings como dimensões personalizadas e valores como métricas personalizadas. Dimensões e métricas personalizadas podem ser associadas a eventos ou usuários individuais. Consulte também dimensão e métrica personalizada .


🔶Dimensão e métrica personalizadas


Além das dimensões e métricas padrão, você pode coletar e relatar dados adicionais no Google Analytics. Por exemplo, você pode configurar uma dimensão personalizada para relatar os autores de cada página em seu site, para entender o desempenho com base em quem está criando o conteúdo. As dimensões e métricas personalizadas precisam ser registradas como uma definição personalizada para uso no GA4. Consulte também as definições personalizadas .


🔶Importação de Dados


Você pode importar dados adicionais para o Google Analytics para complementar e estender as dimensões e métricas padrão. Você pode importar uma variedade de dados, incluindo dados de custo de campanhas publicitárias, dados de itens para produtos, dados de usuários e eventos offline.


🔶Retenção de dados


A retenção de dados permite que você controle por quanto tempo os dados associados a indivíduos ficam disponíveis no Google Analytics. Por padrão, os dados de usuários individuais são armazenados por dois meses, mas isso pode ser definido para 14 meses. Após esse período, dados que possam identificar indivíduos, como ID do cliente, serão removidos. Os dados agregados continuarão disponíveis em seus relatórios, mesmo após o período de retenção de dados.


🔶Fluxo de Dados


Um fluxo de dados é usado para coletar dados em seus relatórios. Você pode criar um ou mais fluxos de dados para cada uma de suas propriedades GA4. Cada fluxo de dados possui um ID de medição exclusivo. Você pode criar fluxos de dados para sites, aplicativos Android e aplicativos iOS. Veja também ID de medição .


🔶DebugView


Um relatório para depuração que permite visualizar os eventos de teste à medida que são enviados ao Google Analytics. Por exemplo, ao visualizar seu site usando o Assistente de tags, você pode ver os eventos à medida que são acionados para seu site ou aplicativo. Você pode ver eventos recentes e eventos que foram coletados nos últimos 30 minutos. Os eventos enviados para o DebugView não são incluídos nos outros relatórios.


🔶Identidade de relatório padrão


O GA4 permite que você controle como indivíduos únicos são identificados nos relatórios. Você pode escolher 'Por ID de usuário e dispositivo' ou 'Apenas por dispositivo'. Se os sinais do Google estiverem ativados e houver tráfego suficiente, você também terá a opção 'Por ID de usuário, sinais do Google e, em seguida, dispositivo'. Escolher esta opção significa que o Google Analytics priorizará IDs de usuário antes de usar dados do Google Signals. Por fim, o identificador definido pelo código de rastreamento será usado para identificar os usuários nas sessões. Consulte também ID do usuário , sinais do Google e ID do dispositivo .


🔶Demografia/Demographics


Os relatórios do Google Analytics podem incluir dados demográficos do usuário, como idade e sexo. Para coletar dados demográficos em seus relatórios, você precisa ativar os sinais do Google navegando até 'Admin', 'Configurações de dados' e 'Coleta de dados'.


🔶ID de dispositivo


O ID do dispositivo é um identificador exclusivo usado para relatar o comportamento de indivíduos conforme eles retornam ao seu site ou aplicativo. Para um site, o ID do dispositivo é o ID do cliente e, para um aplicativo, o ID do dispositivo é o identificador do aplicativo instalado no dispositivo móvel. Veja também o ID do cliente .


🔶Dimensão


Um dos dois tipos de dados que compõem os relatórios do Google Analytics. Uma dimensão é um atributo ou característica de seus usuários e suas interações com seu site. As dimensões são normalmente apresentadas como uma linha de informações em relatórios. Exemplos de dimensões incluem localização da página, que fornece os URLs completos da página que as pessoas veem em seu site, e agrupamento de canais padrão, que fornece informações de nível superior sobre como as pessoas encontraram seu site. Você encontrará a dimensão apresentada na primeira coluna nos relatórios padrão do Google Analytics. Veja também métrica .


🔶Direct


O tráfego direto inclui pessoas que digitaram o URL do seu site no navegador ou clicaram em um link em um aplicativo de e-mail (que não incluiu tags de campanha). As sessões diretas também incluem outros casos em que o Google Analytics não consegue identificar a origem do clique. O Google Analytics atribuirá 'direto' apenas como último recurso. Quando uma fonte conhecida é usada, essa fonte será atribuída à sessão.


🔶 Compra de comércio eletrônico / Ecommerce Purchase


Uma compra de comércio eletrônico ocorre quando o Google Analytics coleta um evento de compra. Há uma variedade de dimensões e métricas de comércio eletrônico para relatar sobre a atividade de comércio eletrônico de seu site. Cada transação de comércio eletrônico pode incluir detalhes sobre o valor total da compra, itens comprados, custo de envio e muito mais.


🔶Sessões de engajamento


O Google Analytics relatará uma sessão engajada quando uma sessão durar mais de dez segundos, quando uma sessão incluir pelo menos uma conversão ou quando uma sessão incluir duas ou mais visualizações de página. Você pode ajustar a quantidade de tempo para uma sessão ser considerada engajada. Para fazer isso, você precisa abrir o fluxo de dados, selecionar 'Mais configurações de marcação' e, em seguida, escolher 'Ajustar o tempo limite da sessão'. Veja também taxa de engajamento.

🔶 Medição Aprimorada


O recurso de medição aprimorado permite medir uma série de ações que os usuários executam em seu site sem modificar seu código de rastreamento. A medição avançada permite que você rastreie automaticamente visualizações de página, rolagens, links externos, pesquisa de site, vídeos incorporados do YouTube e downloads de arquivos.


🔶 Índice de comprometimento


A métrica da taxa de engajamento é calculada dividindo o número de sessões engajadas pelo número total de sessões. Por exemplo, se houvesse 70 sessões engajadas e um total de 100 sessões, a taxa de engajamento seria de 70%. Veja também sessões engajadas .


🔶 Evento


GA4 coleta todos os dados como eventos. Os eventos incluirão visualizações de página e outros eventos coletados automaticamente usando medição aprimorada. Além de eventos automáticos, você também pode enviar eventos recomendados e personalizados para o GA4. Saiba mais sobre eventos automáticos, recomendados e personalizados no GA4 .


É importante destacar que os eventos no GA4 são completamente diferentes do rastreamento de eventos disponível na versão anterior do Google Analytics (Universal Analytics.


🔶Contagem de Eventos


Mostra o número total de vezes que os eventos foram coletados pelo Google Analytics. Veja também evento .


🔶Contagem de eventos por usuário


Mostra o número médio de eventos coletados para cada usuário. A contagem de eventos por usuário é calculada dividindo o número de eventos pelo número de usuários.


🔶Parâmetro de Evento


Os parâmetros do evento são informações adicionais coletadas com os eventos. Os parâmetros incluem informações coletadas automaticamente, incluindo o título da página, local da página (URL da página), ID da sessão e muito mais. Os parâmetros personalizados também podem ser coletados com eventos. Os parâmetros personalizados precisam ser registrados como uma definição personalizada para serem usados ​​em relatórios. Os parâmetros podem ser um valor numérico ou uma string. Consulte também definições personalizadas e de eventos .


🔶Eventos por Sessão


Mostra o número médio de eventos coletados para cada sessão. Os eventos por sessão são calculados dividindo o número de eventos pelo número de sessões.


🔶First User Medium


A primeira maneira como alguém encontrou seu site. Esta dimensão é informada para novos usuários em seu site e mostra sua primeira mídia (como a mensagem foi comunicada). Veja também novo usuário e meio .


🔶First User source / Fonte do primeiro usuário


Semelhante à primeira dimensão da mídia do usuário, mas informa sobre a origem (onde a mensagem foi vista). Veja também primeiro meio de usuário , novo usuário e meio .


🔶Google Ads


A plataforma de publicidade paga do Google permite que você exiba anúncios para pessoas que pesquisam no Google, sites de pesquisa de terceiros (Google Search Partners), navegando em websites e usando aplicativos móveis (Rede de Display do Google). Confira nosso glossário do Google Ads como referência para suas campanhas pagas.


🔶Google Data Studio


A ferramenta de relatório e painel do Google para apresentar e visualizar dados do Google Analytics, Planilhas Google e outras fontes de dados.


🔶Google Optimize


A plataforma do Google para testes A / B, testes multivariáveis ​​e personalização. O Google Optimize permite que você apresente diferentes variações de conteúdo em seu site para aumentar as conversões e melhorar a taxa de conversão.


🔶Google Signals


Um recurso que você precisa habilitar para usar os relatórios demográficos e criar listas de público-alvo para serem usadas no Google Ads. Os sinais do Google usam dados agregados e anônimos de pessoas conectadas a suas contas do Google para entender como as pessoas se envolvem com seu site usando vários dispositivos e complementa os dados padrão coletados automaticamente em relatórios.


🔶Tag global do site (ou gtag.js)


A tag global do site (ou gtag.js) é a versão atual do código de rastreamento autônomo do Google Analytics. Geralmente, você deseja usar o Gerenciador de tags do Google para implementar o Google Analytics em seu site. No entanto, você tem a opção de usar o código de rastreamento do Google Analytics.


🔶Gerenciador de tags do Google


Gerencie a implantação de rastreamento e outras tags em seu site. O Gerenciador de tags do Google permite que as tags sejam testadas em seu site antes de serem implantadas ao vivo e é projetado para reduzir a dependência de TI para gerenciar tags de rastreamento.


🔶Inteligência


O aprendizado de máquina do Google identifica tendências e mudanças em seus dados. Por exemplo, se houver um aumento repentino no tráfego do seu site, isso será destacado automaticamente. O recurso também permite que você faça perguntas, como 'Qual é a minha melhor página de destino?' para encontrar respostas rapidamente.


🔶Life time Value / Valor vitalício (LTV)


As métricas do valor da vida útil, incluindo a receita total da vida útil, a receita média da vida útil, mostram o valor total com base nos usuários em vez de nas sessões.


🔶Janela de lookback


A janela de lookback permite controlar a quantidade de dados históricos usados ​​para atribuição. Por exemplo, uma janela de lookback de 30 dias incluirá pontos de contato até 30 dias antes da conversão ocorrer. Quaisquer pontos de contato fora da janela de lookback não serão incluídos no relatório. Veja também a atribuição .


🔶ID de medição /Measurement ID


Um identificador exclusivo que garante que os dados sejam coletados na propriedade correta do Google Analytics. Cada fluxo de dados tem um ID de medição que começa com um “G-” seguido por uma série de números e letras, por exemplo, G-ABC12DEF34. O ID de medição pode ser incluído no código de rastreamento ou usado no Gerenciador de tags do Google para enviar dados ao Google Analytics. Consulte também fluxo de dados .


🔶Protocolo de Medição /Measurement Protocol


O Protocolo de avaliação permite que os hits sejam enviados diretamente ao Google Analytics sem usar o código de rastreamento do Google Analytics ou o Gerenciador de tags do Google. Isso pode enviar dados de qualquer dispositivo habilitado para Internet para o Google Analytics. Por exemplo, o Protocolo de avaliação pode ser usado para enviar dados de um terminal de ponto de venda em uma loja, um quiosque de autoatendimento ou um console de jogos.


🔶Medium


Meio é uma das dimensões (junto com a origem, a campanha e o canal) para relatar e analisar como as pessoas encontraram seu site. Meio informa como a mensagem foi comunicada. Por exemplo, 'orgânico' para tráfego de pesquisa gratuito, 'cpc' para custo por clique e 'referência' para links de entrada de outros sites.


🔶Métrica


Um dos dois tipos de dados que compõem os relatórios do Google Analytics. Uma métrica é normalmente um número, como uma contagem, porcentagem ou proporção. As métricas são normalmente apresentadas como colunas de dados em relatórios. Exemplos de métricas incluem visualizações de página, que informam o número total de páginas visualizadas e o total de usuários, que informa quantas pessoas visitaram seu site. Veja também dimensão .


🔶Novo usuário


O número de pessoas que visitam seu website pela primeira vez no período selecionado. Como a maioria dos usuários se baseia no código de rastreamento do Google Analytics e nos cookies do navegador, é importante destacar que as pessoas que limparam seus cookies ou acessaram seu site usando um dispositivo diferente serão relatadas como um novo usuário. Veja também usuário .


🔶Não configurado/ NOT SET


Not set pode ser visto em vários relatórios diferentes e indica que uma determinada informação não está disponível no relatório. Por exemplo, o relatório de cidade não definida indica que o Google Analytics não conseguiu determinar a localização geográfica exata de alguém quando acessou seu site. Embora não definido nos relatórios de aquisição, pode ocorrer quando um URL codificado de campanha não foi totalmente construído (por exemplo, se 'fonte' não estiver definida, será exibido como não definido no relatório).


🔶Orgânico


Orgânico refere-se a pessoas que clicam em um link gratuito para seu site. Por exemplo, pessoas que clicam em seu site a partir de um resultado gratuito em uma página de resultados de pesquisa do Google. Você pode ver 'Pesquisa orgânica', 'Vídeo orgânico' e 'Social orgânico' nos relatórios de publicidade.


🔶Visualização de página / Page View


Uma visualização de página é informada quando um usuário em seu site visualiza uma página. As páginas são ordenadas por popularidade com base nas visualizações nas páginas do Google Analytics e no relatório de telas por padrão. Isso permite que você veja qual conteúdo está sendo visualizado com mais frequência.


🔶Parâmetro


Veja o parâmetro do evento.


🔶 PII (informações de identificação pessoal)


De acordo com os Termos de Serviço do Google Analytics, você está impedido de coletar PII (informações de identificação pessoal) em seus relatórios. Isso inclui endereços de e-mail, nomes completos e outros detalhes pessoais. No entanto, de acordo com os Termos de Serviço, você pode coletar IDs que podem ser vinculados a indivíduos fora do Google Analytics.


🔶Propriedade


As propriedades são criadas em uma conta do Google Analytics. Uma propriedade GA4 pode combinar dados de vários fluxos de dados em um único conjunto de relatórios. Consulte também fluxo de dados .


🔶Referência/Referral


Uma referência é relatada quando um usuário clica em seu site a partir de outro site.


🔶Expressão regular (ou Regex)


Um método avançado de correspondência de padrões em strings de texto. Expressões regulares podem ser usadas no Google Analytics, incluindo segmentos, definições de público, filtros em relatórios de exploração e muito mais. Saiba mais sobre expressões regulares .


🔶Identidade de Relatório


Consulte a identidade de relatório padrão.


🔶 Visualização de relatórios

A versão anterior do Google Analytics, Universal Analytics, inclui visualizações de relatórios. Cada propriedade do Universal Analytics pode conter uma ou mais vistas da propriedade. As visualizações podem conter um conjunto completo de dados do código de rastreamento ou um subconjunto de dados. Cada visualização de relatório tem seus próprios objetivos e outras configurações.

🔶Amostragem


Uma parte dos dados é usada para estimar o conjunto completo de dados do relatório para acelerar o processamento dos relatórios. A amostragem ocorre quando você solicita dados específicos em relatórios de exploração quando mais de 10 milhões de eventos são consultados. A maneira mais fácil de reduzir a amostragem é reduzir o intervalo de datas selecionado.


🔶 Consulta de pesquisa /Search Query


O termo real que alguém usou em um mecanismo de pesquisa antes de clicar no seu site. Os termos podem ser de anúncios pagos ou resultados de pesquisa orgânica do Google, dependendo do relatório.


🔶Segmento


Os segmentos permitem que você se concentre em seções específicas de seu tráfego com base em usuários, sessões e eventos. Você pode aplicar até quatro segmentos a um relatório de exploração. Por exemplo, você pode criar um segmento para realizar análises detalhadas em seus clientes de alto valor para entender como eles estão se envolvendo com seu site. Veja também comparação .

🔶Sessão

Uma única visita ao seu site, consistindo em um ou mais eventos, incluindo visualizações de página, compras ou outros eventos. Uma sessão é relatada quando o evento session_start é coletado automaticamente pelo Google Analytics. O tempo limite padrão da sessão é de 30 minutos, o que significa que se alguém ficar inativo em seu site por mais de 30 minutos, uma nova sessão será relatada se essa pessoa realizar outra ação, por exemplo, visualizar outra página.

🔶 Identificação de sessão


Cada sessão possui um identificador único que é enviado automaticamente ao GA4 como um parâmetro de evento. O ID da sessão é armazenado em um dos cookies do Google Analytics e o valor é enviado no parâmetro ga_session_id.


🔶Fonte/ Source


Origem é uma das dimensões (junto com meio, campanha e canal) para relatar e analisar como as pessoas encontraram seu site. A fonte informa onde a mensagem foi vista. Por exemplo, uma fonte 'google' indicaria que alguém encontrou seu site após pesquisar no Google. A origem pode ser usada em combinação com a mídia para insights mais granulares. Por exemplo, uma fonte de 'google' e uma mídia de 'cpc' seriam informadas para cliques pagos de suas campanhas do Google Ads. Veja também meio .

🔶Total de usuários


O número total de usuários com base no intervalo de datas selecionado. Por exemplo, se você selecionou janeiro como intervalo de datas e há 1.000 usuários nesse intervalo de datas, esse valor será informado como o número total de usuários. Também conhecido como usuários únicos. Veja também usuários .


🔶Construtor de URL / URL Builder


O URL Builder é uma ferramenta fornecida pelo Google para adicionar tags de campanha a seus URLs de entrada. É especialmente útil se você está apenas começando a usar tags de campanha, pois fornece uma interface visual. Consulte também tags de campanha e tag UTM .


🔶Engajamento do usuário


O envolvimento do usuário mede há quanto tempo as pessoas visualizaram seu conteúdo, incluindo páginas e telas. O Google Analytics calcula o tempo usando o evento user_engagement, que é coletado automaticamente quando alguém navega para outra página do seu site ou sai dele. O tempo só é contado quando a página ou tela está visível. Por exemplo, quando uma guia está oculta, este tempo não é incluído na métrica de engajamento do usuário. Veja também tempo médio de engajamento .

🔶Do utilizador


Um indivíduo que interage com seu site ou aplicativo. Cada usuário pode visitar seu site várias vezes. Por exemplo, um usuário pode criar três sessões em seu site, com cada sessão contendo várias visualizações de página. Por padrão, cada ID de dispositivo exclusivo será contado como um usuário separado, o que significa que alguém visitando seu site em vários dispositivos (cada um com seu ID de dispositivo) significará que mais de um usuário é relatado. O recurso de ID do usuário permite que você rastreie indivíduos únicos que se identificam em vários dispositivos. Consulte também ID do dispositivo e ID do usuário .


🔶 ID do usuário


Um identificador usado para combinar sessões de uma pessoa conhecida em seu site. Quando você pode identificar alguém (por exemplo, usando um ID do seu CRM ou outro sistema), você pode enviar um ID para o Google Analytics para associar essas sessões ao usuário individual. Saiba mais sobre o ID do usuário .


🔶Retenção de usuários


A retenção de usuários mostra a porcentagem de novos usuários que retornam a cada dia. Por exemplo, se 20 usuários acessaram seu site pela primeira vez ontem e cinco deles voltaram hoje, a retenção de usuário de hoje seria de 25%. Você pode visualizar a retenção de usuários navegando até o relatório 'Retenção' em 'Ciclo de vida' nos relatórios padrão.


🔶Tag UTM


As tags UTM são os parâmetros de consulta individuais usados ​​para criar um URL com tag de campanha. As marcas UTM incluem utm_name, utm_source, utm_medium, utm_term, utm_content e utm_id. UTM significa 'Urchin Traffic Monitor' (Urchin foi o precursor do Google Analytics). Veja também tags de campanha .


🔶Visualizações


Relata o número total de vezes que os eventos foram coletados. Por exemplo, um usuário que navegar para a página 'sobre nós', a página 'entre em contato' e, em seguida, de volta para a página 'sobre nós' resultará em duas visualizações da página 'sobre nós' e uma visualização do página 'contacte-nos'. Veja também visualização de relatórios .


🔶 Visualizações por usuário


Essa métrica é calculada dividindo o número total de visualizações pelo número total de usuários.




Esse Artigo foi traduzido de The Ultimate Google Analytics Glossary – 2021 Edition de Benjamin Mangold do Blog LoveData.


Dúvidas? Comentários? Sugestões?


Mande um e-mail para gente contato@metricasboss.com.br, até a próxima 😄


Nos siga no Instagram @metricasboss

Inscreva-se aqui no nosso canal do Youtube


50 profissionais de Analytics e Métricas que você precisa acompanhar!
Esse material foi criado com o intuito de contribuir ainda mais na divulgação de conhecimento relacionado a analytics e métricas.

Métricas Boss: © 2021 - Versão 4.0Web Analytics é mais que um gráfico bonitinho!