Como Funciona O Rastreamento Sem Cookies No Google Analytics 4

Fala aí analítico e analítica de plantão, beleza?

Você sabia que o GA4 pode funcionar no ambiente Cookieless? Sim, o GA4 funciona com o rastreamento sem cookies e nesse artigo vamos ensinar justamente isso.

O GA4 é promovido como centrado na privacidade e foi projetado para funcionar com ou sem cookies. Ao alavancar o aprendizado de máquina e a modelagem estatística, o GA4 pode preencher as lacunas de dados à medida que o mundo se torna cada vez menos dependente de cookies.

Vamos discutir como o Google Analytics mudou para atender às necessidades de um mundo cada vez mais sem cookies e o que você deve fazer ao configurar sua propriedade do GA4.

Table of contents

O que são cookies?

Um cookie é um arquivo que armazena um pequeno dado sobre um usuário e eles podem rastrear suas origens até 1994 , quando foram usados ​​pela primeira vez para possibilitar carrinhos de compras em sites de comércio eletrônico.

Os cookies podem salvar todos os tipos de informações diferentes, dependendo do que o site deseja rastrear.

Os cookies também permitem campanhas de remarketing que o seguem pela Internet. E é aí que as coisas podem ficar um pouco arriscadas. À medida que mais e mais sites usam cookies, eles podem começar a pintar uma imagem mais detalhada de quem você é, do que gosta e do que provavelmente fará.

Como o Google Analytics 4 evita cookies?

O Google Analytics 4 conta com cookies primários que os mantêm em conformidade com as novas leis de privacidade, como GDPR e a Lei de Privacidade do Consumidor da Califórnia .

Mas o Google também queria estar à frente da curva quando se trata de novos desenvolvimentos de privacidade e eles estão definitivamente no caminho certo. Mudanças como o iOS14 da Apple confirmam que o futuro provavelmente não terá cookies e as pessoas precisam embarcar.

O Google Analytics também foi projetado para aproveitar o aprendizado de máquina e outros protocolos para preencher lacunas de dados. Eles chamam isso de “dados combinados” e no blog do Google eles explicam :

“Como o cenário tecnológico continua a evoluir, o novo Analytics foi projetado para se adaptar a um futuro com ou sem cookies ou identificadores. Ele usa uma abordagem flexível para medição e, no futuro, incluirá modelagem para preencher as lacunas onde os dados podem estar incompletos. Isso significa que você pode contar com o Google Analytics para ajudá-lo a medir seus resultados de marketing e atender às necessidades dos clientes agora, enquanto navega na recuperação e enfrenta incertezas no futuro.”

E o FLoC?

FLoC significa Aprendizado Federado de Coortes e é um trabalho em andamento, mas é uma grande parte do futuro sem cookies. Com essa abordagem, o Google simula os dados do usuário em vez de usar cookies de terceiros. Eles estão confiantes nesta nova técnica, afirmando em seu blog :

“Quando se trata de gerar audiências baseadas em interesses, o FLoC pode fornecer um sinal de substituição eficaz para cookies de terceiros. Nosso teste de FLoC para alcançar a afinidade no mercado e o Google Audiences mostram que os anunciantes podem esperar ver pelo menos 95% das conversões por dólar gasto em comparação com a publicidade baseada em cookies. O resultado específico depende da força do algoritmo de agrupamento que o FLoC usa e do tipo de público que está sendo alcançado.”

O FLoC foi projetado para proteger a privacidade de um usuário e, ao mesmo tempo, possibilitar a seleção de anúncios com base em interesses. À medida que um usuário viaja pela Internet, seu navegador (mais especificamente o Chrome) usará o algoritmo FLoC para atribuí-lo a uma “coorte de interesse” junto com muitos outros usuários que têm um histórico semelhante.

Problemas com o FLoc

Embora o FLoC trabalhe para resolver o problema de privacidade e seja uma solução interessante, está longe de ser perfeito e geralmente não tem a precisão que esperamos no mundo do marketing digital.

Por exemplo, as coortes com base em interesses são definidas pelo Google e não pelo anunciante. Isso significa que você precisa encaixar seu produto ou serviço nos moldes pré-fabricados do Google.

Você também vai perder muita clareza quando se trata de atribuição e isso é algo que já vimos com o lançamento do iOS 14 e Facebook Ads . Não apenas porque você não consegue rastrear usuários em sites diferentes, mas também porque você não pode rastreá-los entre dispositivos.

Finalmente, o FLoC coloca muito poder nas mãos do Google. É improvável que tenhamos uma boa compreensão do que exatamente acontece nessas coortes de interesse, o que não apenas reduz a transparência, mas, por extensão, reduz ainda mais a precisão.

Então, o FLoC é uma solução perfeita?

Não, mas apesar de suas falhas, ainda é um bom começo quando entramos em um mundo sem cookies.

Como posso me adaptar?

Ok, então você provavelmente está se perguntando o que você pode fazer do seu lado. Como as regulamentações envolvendo cookies ainda estão evoluindo, pode ser complicado pensar na melhor forma de coletar seus dados de usuário.

Para lidar com esse problema, o GA4 está centrado na ideia de rastrear o User ID em vez de cookies. Você pode ajudar o Analytics usando um script em um sistema de gerenciamento de tags. A maneira mais popular de fazer isso é usando o Google Tag Manager. O GTM pode criar um clientID aleatório em cada descarregamento de página. Isso significa que o usuário será anônimo para todos os efeitos, mas o GA4 ainda poderá rastrear o comportamento dele em seu site.

Espero que esse artigo tenha te ajudado a entender melhor sobre o mundo sem cookies do GA4 e entender mais sobre como o mercado está evoluindo frente a ferramenta.

Dúvidas? Comentários? Sugestões?

Mande um e-mail para gente contato@metricasboss.com.br, até a próxima 😄

Nos siga no Instagram @metricasboss

Inscreva-se aqui no nosso canal do Youtube

10 AULAS GRATUITAS SOBRE WEB ANALYTICS
Comece a aprender hoje mesmo! 100% online e sem custo!

Métricas Boss: © 2021 - Versão 4.0 - Web Analytics é mais que um gráfico bonitinho!