11 motivos pelos quais você deve usar o Google Tag Manager


Deixe-me adivinhar como você chegou a esta página 🤔


Você ouviu pessoas ao seu redor falando sobre essa ferramenta chamada Gerenciador de tags do Google (GTM). Na verdade, você começou a perceber esse nome com mais frequência em fóruns, vários eventos, etc.

Alguns dizem que ele o ajudará a rastrear visitantes com muito mais facilidade, enquanto outros prometem que você não precisará mais de desenvolvedores, pois poderá instalar códigos de rastreamento / pixels sozinho. Acertei?😉


Neste artigo, explicarei por que você deve usar o Gerenciador de tags do Google e para que ele é bom.


Mas antes, você saber o que é o Google Tag Manager?


via GIPHY


O Gerenciador de tags do Google é um software gratuito do Google que permite instalar vários tipos de código (tags) em seu site. Alguns exemplos de tags são: o código de rastreamento do Google Analytics, códigos de evento do Google Analytics, script de conversão do Google Ads, tags de remarketing.

Existem muitos outros tipos de código que podem ser adicionados ao seu site usando GTM, incluindo códigos personalizados.


Algumas pessoas confundem o Gerenciador de tags do Google com o Google Analytics, perguntando qual deve ser usado. Na verdade, a resposta é que eles devem usar os dois .

Antes do GTM, os códigos de rastreamento do GA tinham que ser codificados, geralmente por um desenvolvedor da web em cada página individual. Ter centenas de eventos é muito difícil quando se trata de mantê-los / atualizá-los. Mas o Gerenciador de tags do Google resolve esse problema porque todas as suas tags são armazenadas em um só lugar, sua conta GTM.


Imagine o Gerenciador de tags do Google como uma caixa de ferramentas, onde você guarda todas as suas ferramentas: uma régua (Google Analytics), um martelo (Google Ads), etc.


via GIPHY


O Gerenciador de tags do Google também permite que você teste suas tags para garantir que sejam acionadas quando você carrega a página certa ou clica em um botão específico. Outro grande benefício: você pode alterar suas tags e a forma como funcionam sem realmente alterar o código-fonte do seu site (o que você pode não ser capaz de fazer devido aos ciclos de lançamento lentos ou à agenda lotada de desenvolvedores) - em vez disso, você apenas edita as tags em Interface do usuário GTM e publicar alterações com um clique de um botão.


11_motivos_gtm_imagem01.png


O Google Analytics não é a única tag compatível com o Gerenciador de tags do Google. Outros exemplos incluem:


🔸Tag de conversão do Google Ads

🔸Tag de remarketing do Google Ads

🔸Código de pixel do Facebook

🔸Código de rastreamento Crazyegg

🔸Qualquer outro código HTML / Javascript personalizado


Por que usar o Gerenciador de tags do Google?


E para a responder essa pergunta, segue as razões pelo qual usar o GTM.


1° - Implementação rápida de códigos de rastreamento


Vamos dar um passo para trás e lembrar a maneira clássica de como os códigos de rastreamento costumavam ser gerenciados:


  1. Um profissional de marketing (analista ou qualquer outra pessoa) decide começar a usar uma nova plataforma de marketing para rastrear o comportamento do usuário.

  2. Ele / ela obtém um código de rastreamento e o envia a um desenvolvedor..

  3. O desenvolvedor diz que está ocupado e fará isso na próxima semana.

  4. E se você precisar rastrear eventos adicionais? Nesse caso, você precisará escrever uma tarefa detalhada, enviar e-mails para frente e para trás com o desenvolvedor para que esses códigos sejam instalados. Isso pode levar até mais do que várias semanas.


Cada código de rastreamento é chamado de tag e você pode gerenciá-los por meio da interface GTM.


O Gerenciador de tags do Google acelera muitos processos. Novas tags podem ser adicionadas rapidamente e muitas delas não exigem alterações de código no site. Esta é uma ótima ferramenta para os profissionais de marketing porque pode realmente acelerar o tempo de inicialização, testando cada alteração e implementando quando estiver pronta.


11_motivos_gtm_imagem02.png


E é exatamente por isso que coloco esse motivo como o item nº 1 na lista de motivos pelos quais você deve usar o Gerenciador de tags do Google. Mas definitivamente não é o último.


2° - Todas as tags são gerenciadas em um só lugar


Antigamente, quando o gerenciamento de tags era apenas um termo desconhecido, todos os códigos de rastreamento eram codificados diretamente no código-fonte do site / aplicativo. A pior parte, esses pequenos pedaços de trechos de código JavaScript estavam espalhados por arquivos diferentes. Portanto, se você precisasse fazer uma pequena alteração, o desenvolvedor tinha que: (1) encontrar todos esses códigos, (2) atualizá-los.


Graças ao GTM, esse processo é facilitado: todas as tags são controladas em um só lugar.


11_motivos_gtm_imagem03.png


3° - Ferramentas de teste


A solução de problemas e a correção de erros de tag são simplificados por meio do modo de visualização e depuração do Gerenciador de tags do Google , que mostra quais tags são disparadas em uma página e quais não são. Também inclui informações sobre gatilhos que disparam tags e dados contidos em tags de rastreamento.


11_motivos_gtm_imagem04.png


Por que isso é importante? Com as soluções de depuração GTM, você está garantindo que suas tags funcionem antes de publicá-las no site ativo.


4° - Modelos de contêiner reutilizáveis ​​(receitas)


Outro motivo incrível pelo qual você deve usar o Gerenciador de tags do Google é a possibilidade de exportar todas as tags, acionadores e variáveis ​​em um único arquivo (que pode ser importado posteriormente). O que isso significa? Bem, você pode criar seus próprios modelos com códigos / configurações de rastreamento comumente usados.


Isso é especialmente útil para agências que precisam implementar eventos padrão do Google Analytics repetidamente, por exemplo, rastreamento de exibição de página, cliques em links externos, etc.


5° - É grátis


via GIPHY


Nada muito a acrescentar aqui, na verdade. Assim como o Google Analytics, o Gerenciador de tags do Google é gratuito. Embora exista uma versão premium no Google Analytics 360 Suite , a versão gratuita é mais do que suficiente para muitas empresas (pequenas e médias).


6° - Rastreamento de eventos simples (tipo de)


Como mencionei antes, o rastreamento de eventos envolve códigos JavaScript personalizados que você precisa adicionar a um site para rastrear eventos como cliques, envios de formulários, etc. Para facilitar as coisas, o Gerenciador de tags do Google vem com um recurso chamado rastreamento de eventos automáticos.


Depois de habilitar certos acionadores no Gerenciador de tags do Google, eles começarão a ouvir automaticamente determinadas interações em uma página da web. Ainda há alguma configuração necessária, mas é relativamente fácil de fazer. Você pode usar essas interações para disparar códigos de rastreamento, por exemplo, Tag de evento do Google Analytics.


Os eventos básicos que você pode rastrear (por padrão) no GTM são baseados em:


🔹Cliques

🔹Cliques de link

🔹Envios de formulários

🔹Tempo gasto em uma página, etc.


Mas espere, tem mais! Graças à crescente comunidade de usuários e entusiastas do GTM, o número de funções de rastreamento de eventos automáticos aumenta constantemente. Você também pode adicionar recursos personalizados que registram coisas como profundidade de rolagem , novos comentários e muito mais.


Por que isso é importante? Bem, ele permite que você obtenha informações sobre quais ações os usuários realizam em seu site. Eles estão se envolvendo com o conteúdo? Eles estão preenchendo seus formulários? Você pode então usar esses eventos para criar metas específicas para suas necessidades de negócios no Google Analytics.


7° - Modelos de tag


O GTM vem com várias tags integradas importantes para conversões clássicas e do Google Analytics, do Google Ads e muito mais. Isso permite que um profissional de marketing com pouco ou nenhum conhecimento de codificação personalize as tags, sem implementar um código complicado ou pedir a ajuda de um desenvolvedor.


11_motivos_gtm_imagem05.png


Atualmente, existem mais de 80 modelos à sua disposição e espera-se que o número cresça no futuro. Também em 2019, a equipe GTM introduziu a funcionalidade de Custom Templates , o que é incrível!


8° - Versões, espaços de trabalho e ambientes


Cada vez que você publica uma alteração em um contêiner (onde seus códigos de rastreamento são armazenados), o GTM cria uma nova versão. Se a qualquer momento você precisar restaurar uma versão anterior (ou qualquer outra existente), você pode fazer isso facilmente.


Alterações publicadas acidentalmente em um site ativo, embora algumas tags ainda estivessem incompletas? Não é um problema. Basta acessar a página Versões e publicar uma versão anterior. Essa é uma maneira fácil de resolver todos os Ooops ... momentos.


11_motivos_gtm_imagem06.png


Quanto aos outros dois recursos (áreas de trabalho e ambientes), eles são ótimos para empresas com várias equipes que podem fazer alterações no site, empresas que trabalham com fornecedores externos ou projetos que podem durar semanas ou meses.


Os ambientes permitem que você controle a instalação do gerenciador de tags em sites ou aplicativos ativos / de produção e suas contrapartes de desenvolvimento / teste. Este recurso de gerenciador de tags permite que você publique suas tags em diferentes ambientes, por exemplo, um servidor de teste, para que você não afete ou altere sua versão ao vivo ao publicar.


Os espaços de trabalho permitem que vários membros da equipe trabalhem no mesmo contêiner do Gerenciador de tags do Google sem substituir as alterações uns dos outros. Depois que seu trabalho é concluído, as alterações em ambos os espaços de trabalho são mescladas em uma essência.


9° - Segurança


O Google verifica automaticamente todos os scripts de rastreamento adicionados com tags HTML personalizadas em contas GTM e faz uma pausa se eles corresponderem a um domínio de malware conhecido, endereço IP ou URL. Além disso, você pode controlar quem tem acesso às suas contas GTM e pode revogar o acesso a qualquer momento.


Você também pode configurar Listas de Permissão ou Listas de Bloqueio adicionando alguns comandos à sua camada de dados em seu site. Isso é controlado pelo servidor do site, portanto, mesmo que o GTM seja comprometido, você terá a palavra final sobre se os scripts de rastreamento personalizados podem ou não ser executados em seu site.


10° - Permissões de usuário


O Gerenciador de tags do Google permite que você dê acesso à conta a várias pessoas, com diferentes níveis de visualização, edição e privilégios de publicação. Esse recurso oferece conveniência para agências que desejam fornecer acesso a vários funcionários ou que precisam compartilhar o acesso com clientes, garantindo que apenas determinados indivíduos tenham o controle mestre. Você pode escolher um dos seguintes níveis de permissão.


🔹Sem acesso

🔹Leitura

🔹Editar

🔹Publicar

🔹Aprovar

🔹Publicar


11° - A popularidade crescente e a comunidade amigável / útil


O Google é conhecido por lançar e matar muitos produtos, como Google Glasses, RSS Reader, etc. Mas parece que o Gerenciador de tags do Google não vai desaparecer tão cedo: sua popularidade está crescendo, mais e mais pessoas estão usando-o como seu ferramenta de trabalho, o número de recursos GTM gratuitos e pagos também está aumentando constantemente.


O que isso significa? Bem, quanto mais pessoas estiverem usando GTM, mais postagens de blog, tutoriais e outros tipos de conteúdo estarão disponíveis.


Considerações finais sobre por que você deve usar o Gerenciador de tags do Google


Espero que tenha ajudado você a decidir começar a usar GTM ou a convencer outra pessoa a fazê-lo.


É uma solução relativamente fácil de usar para controlar os códigos de rastreamento em um só lugar.


Obviamente, se você quiser rastrear coisas mais complexas, definitivamente precisará investir algum tempo para aprender ( existem opções gratuitas e pagas ). Mas, pela minha experiência, aprender foi muito divertido, interessante e envolvente.


Por fim, não acho que listei TODOS os motivos pelos quais você deve usar o GTM.


Traduzido de Analytics Mania


Dúvidas? Comentários? Sugestões?


Mande um e-mail para gente contato@metricasboss.com.br, até a próxima 😄


Nos siga no Instagram @metricasboss

Inscreva-se aqui no nosso canal do Youtube


Está curtindo o post?
Assine nossa newsletter e fique por dentro das noticias do mercado de Web Analytics.

Métricas Boss: © 2021 - Versão 4.0Web Analytics é mais que um gráfico bonitinho!