Google Analytics 4 e a Europa


Se você ainda não estava sabendo, o Google Analytics estava sendo banido de alguns países da Europa como a França e a Áustria o que gerou um debate imenso sobre o grande cerco as Big Techs Americanas.


Mas como o Google não tem tempo a perder, principalmente com o lançamento tão conturbado do GA4, já trouxe medidas para se adaptar as necessidades da GDPR na europa.


Dados e privacidade focados na União Européia


Para garantir a privacidade dos dados na UE, o Google Analytics 4 observa as seguintes práticas na coleta de dados:


O Analytics não registra endereços IP.


O Analytics descarta todos os dados confidenciais que coleta de usuários da UE antes de registrar esses dados por meio de domínios e servidores da UE. Além disso, o Analytics fornece controles para:


Desabilite a coleta ou derivação e armazenamento de dimensões de região e dispositivo


O Analytics não registra endereços IP


Para evitar que indivíduos sejam identificados por meio de dados de relatórios, o Google Analytics 4 não registra endereços IP individuais.


O Analytics fornece dados de geolocalização de nível superior coletando os seguintes metadados com base na pesquisa de IP: Cidade (e a latitude e longitude derivadas da cidade), Continente, País, Região, Subcontinente (e contrapartes baseadas em ID).


Quando o Analytics coleta dados de medição, todas as pesquisas de IP são realizadas em servidores baseados na UE antes de encaminhar o tráfego.


SAIBA TUDO SOBRE GOOGLE ANALYTICS 4



Os dados da UE são recebidos e processados ​​na UE


Para manter a privacidade dos usuários da UE, o Google Analytics 4 recebe e processa todos os dados dos usuários da UE por meio de domínios e servidores baseados na UE.


Independentemente da localização de uma propriedade, se o usuário que interage com essa propriedade estiver na UE (com base na pesquisa geográfica de IP), os dados coletados desse usuário serão recebidos e processados ​​na UE.


Se você usa atualmente uma Política de segurança de conteúdo (CSP), certifique-se de atualizar suas configurações (diretivas img-src e connection-src) para permitir os seguintes domínios usados ​​pelo Analytics:


*.google-analytics.com *.analytics.google.com


Os novos domínios que suportam a coleta e o processamento na UE devem ser lançados no final de maio. Atualize suas configurações de CSP até 27 de maio de 2022 para garantir que sua medição de tráfego não seja interrompida.


Controles Regionais


Google Signals


Ao ativar o Google Signals, você tem a opção de ativar ou desativar a coleta desses sinais por região. Se você editar as configurações de sinais do Google e desativar a coleta para uma região, o Google Analytics manterá todos os dados históricos coletados, mas nenhum dado adicional será coletado a partir do momento da alteração. Se você desativar a coleta de dados de sinais do Google, não terá acesso a relatórios de plataforma cruzada, listas de remarketing com base em dados do Google Analytics, recursos de relatórios de publicidade ou informações demográficas e interesses. Saber mais


Se você desativar os indicadores do Google, o remarketing não estará disponível para as regiões afetadas. Além disso, o volume de modelagem entre dispositivos e EVC é significativamente reduzido para regiões desativadas. A modelagem e os relatórios de conversão downstream em contas vinculadas do Google Ads também são afetados.


Coleta de localização granular e dados do dispositivo


Você tem a opção de ativar/desativar a coleta de dados granulares de localização e dispositivo por região. O Analytics coleta esses dados por padrão. Se você desativar essa coleta de dados, o Analytics não coletará os seguintes dados:


➡ Cidade ➡Latitude (da cidade) ➡Longitude (da cidade) ➡Versão secundária do navegador ➡Cadeia do agente do usuário do navegador ➡Marca do dispositivo ➡Modelo do dispositivo ➡Nome do dispositivo ➡Versão secundária do sistema operacional ➡Versão secundária da plataforma ➡Resolução da tela


Se você editar as configurações e desabilitar a coleta para uma região, o Analytics manterá todos os dados históricos coletados, mas nenhum dado adicional será coletado a partir do momento da alteração.


Saiba Mais


Se você desabilitar a coleta de dados granulares de localização e dispositivo para uma região, o volume de conversão modelado será significativamente reduzido para essa região. A modelagem e os relatórios de conversão downstream em contas vinculadas do Google Ads e do Search Ads 360 também são afetados.

O Google Analytics está de acordo com a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD)?

O Google atua como um operador de dados do Google Analytics. Isso está previsto nos nossos Termos de Processamento de Dados de publicidade, disponíveis para todos os clientes do Google Analytics que têm contratos diretos com o Google.

De acordo com os termos da LGPD, o Google Analytics é considerado um operador de dados porque coleta e processa dados em nome dos nossos clientes, conforme as instruções deles. Os clientes são controladores de dados que detêm direitos totais sobre a coleta, o acesso, a retenção e a exclusão desses dados a qualquer momento. O uso dos dados pelo Google é controlado pelos termos do contrato entre o Google e os clientes do Google Analytics e pelas configurações definidas pelos clientes na interface do produto.



Dúvidas? Comentários? Sugestões?


Mande um e-mail para gente contato@metricasboss.com.br, até a próxima 😄


Nos siga no Instagram @metricasboss

Inscreva-se aqui no nosso canal do Youtube


10 AULAS GRATUITAS SOBRE WEB ANALYTICS
Comece a aprender hoje mesmo! 100% online e sem custo!

Métricas Boss: © 2021 - Versão 4.0 - Web Analytics é mais que um gráfico bonitinho!