5 exemplos pro qual o google tag manager NÃO serve

Após inúmeras peripécias vistas em contas no Google Tag Manager, resolvemos listar aqui para que o GTM não serve. Nossa intenção não é ser o dono da verdade, essa lista de más práticas servirá como aprendizado, onde veremos os principais erros de iniciantes ao utilizar a ferramenta.

  1. Não adicionar códigos javascript do seu site via google tag manager;
  2. Não adicionar microdata via google tag manager;
  3. Alterações de estilo via google tag manager;
  4. Alterações de estilo via jquery no google tag manager;
  5. Implementação de um site inteiro via google tag manager;

Não adicionar códigos javascript do seu site via google tag manager

Bem não é todo mundo que conhece, porém, a gambiarra nasce junto com o brasileiro. Não quer dizer que não funciona, mas scripts nativos do seu negócio devem estar hospedados dentro do seu servidor beleza?

Não implemente funcionalidades nativas do seu negócio no GTM. O google tag manager é acessível a muito mais gente do que o código do seu site, logo imagina se alguém acha que isso não serve para nada e exclui, ou então acaba editando? :/

Vamos deixar o google tag manager para somente tags de terceiros, fica tão mais bonito :D

Não adicionar microdata via google tag manager

Bem esse vimos mais de uma vez, gente o robô do google desativa todos os javascripts e css da pagina quando vai acessar o seu site, logo o exemplo da imagem abaixo não funciona.

schema.org no google tag manager

Alterações de estilo via google tag manager

Seguindo o exemplo do primeiro item, esse tipo de implementação até funciona, mas devemos pensar nos seguintes aspectos quem vai dar manutenção nesse código, o quão escalável é manter parte do nosso CSS no servidor e parte no google tag manager. Acredito que só esses argumentos já são suficientes, logo CSS no tag manager não, ok?

</br>


Alterações de estilo via jquery no google tag manager

Mesma coisa, esse até mais frequente do que os outros. O erro mais comum da pessoa que já está na 32º alteração no projeto e acaba se rendendo a gambiarra, ao exemplo do item anterior esse também deve estar dentro do seu servidor.

NÃO FAÇA ISSO!

Implementação de um site inteiro via google tag manager

Esse quando vimos foi extremamente comentado internamente, lembro de ver essa landing page inteira implementada dentro de uma tag customizada, pra que? Lembra escalabilidade e manutenção de código.

Como mencionamos nos outros tópicos, o GTM é acessível para muitos níveis de usuários e equipes. Bem agora você já sabe o que não fazer no GTM, quer aprender como fazer tudo do jeito certo? Veja nossos posts sobre GTM na métricas boss.